Viver no Dubai e trabalhar para uma das maiores companhias aéreas do Mundo!

Olá, olá.

Este é o post que certamente que mais me vai puxar pelas emoções mas ainda assim, quero escrevê-lo porque sei que é uma das grandes curiosidades dos meus leitores em saber quem está por detrás do Céu Limpo e como é que consegui estar em cada canto do mundo.

Trabalhei em Hotelaria numa receção de Hotel durante vários anos. Algo que apreciava mas que infelizmente não me trazia grandes planos a nível financeiro. Sabia que tinha de fazer algo para mudar a minha vida e assim no verão de 2013 decidi ir até Lisboa e tentar a minha sorte para entrar na Emirates.

O recrutamento na altura era um processo rápido e por fases. Recordo-me que a primeira fase é apenas deixar o CV e no mesmo dia ou no dia seguinte teríamos de estar presentes para as restantes fases: línguas, testes psicotécnicos, avaliação geral sobre o candidato, as suas competências e atividades em grupo.

Já havia tentado entrar para a Emirates mas sem sucesso, então foi à segunda que tudo aconteceu. Em setembro recebo a chamada “Golden Call” a informar-me que estaria a mudar-me para o Dubai dentro de mês e meio com um contrato de 3 anos (penso que agora já só fazem de apenas um).


MEU DEUS. E agora?!
Nunca havia deixado o Algarve para morar noutro sítio. Nunca me imaginaria um dia a viver e trabalhar no Dubai;
E trabalhar nos aviões seria giro?
Será que o meu corpo se iria habituar?
Será?… Será?… Será?…

Deixei as minhas dúvidas, a minha família, amigos e tudo o que havia construído e lá fui eu com a maior força e garra que conseguia mas cheia de medos, confesso.

O treino era prático, teórico e intenso – Fornecido pela Emirates e debitado no salário assim que começávamos a voar, durante um ano.

A experiência de voar e ser tripulante de uma companhia como esta é indiscritível. Vale a pena cada segundo! Ao longo de 3 anos e meio na Emirates conheci pessoas formidáveis e com quem hoje tenho uma enorme ligação e são essas as pessoas que tornam a vivência no Dubai mais tolerável e menos difícil.

As viagens que fazemos, os sítios que conhecemos, as comidas que provamos, as pessoas que se cruzam nas nossas vidas, as culturas que por vezes nos entram pelas veias e são capazes de nos mudar enquanto pessoas… que nos fazem abrir “horizontes”. Viajamos e ainda nos pagam para viajar, não é um máximo?


É. Hoje olho para trás e foi sem dúvida a melhor experiência da minha vida. Permitiu-me conhecer o mundo, cresci enquanto pessoa, e descobri o poder fantástico do ser humano em se adaptar.
Por outro lado, é uma experiência que nos deixa longe dos nossos e quando assim é, deixa de ser tudo um “mar-de-rosas”. Três anos e meio foi o que bastou. Era sem dúvida um trabalho a bordo de desgaste físico inimaginável e o corpo habituava-se a qualquer fuso horário e a nenhum ao mesmo tempo!

Lembro-me de ter feito um NY de 13 horas de vôo e ter dormido praticamente a estadia inteira de 24h. Tal era o desgaste!
Ao chegar ao Dubai só queria ficar a descansar em casa, o que não me permitia muito a nível social, então acabava por se tornar uma vida solitária. Escusado será dizer que Natal e Passagem de ano tornaram-se dias banais.

Hoje em dia sou uma pessoa sem arrependimentos e muito grata por tudo o que a vida me permitiu viver, mas as saudades deste pequeno país falaram mais alto e hoje passado todo este tempo de experiências e enriquecimento interior, estou de volta como tanto ambicionava. A minha maior lição de vida é… Se já não te faz feliz, és responsável por mudar o rumo da tua história e do teu destino!

Para os interessados, a Emirates voltou a recrutar! Enviem CV para: http://www.emiratesgroupcareers.com/

Os requisitos são:

  • Pelo menos 12º de escolaridade completo;
  • Fluente em Inglês na escrita e fala;
  • Pelo menos 21 anos de idade;
  • Altura mínima de 160 cm;
  • Atitude positiva, pro-atividade e espírito de equipa.

– Experiência em Costumer Service de mais ou menos um ano é valorizada.
Mais à frente conto o que ando a fazer por cá. Qualquer questão que queiram colocar deixem em comentário! 🙂

Beijinhos e abraços!

Gostaste? Partilha!
Publicação anteriorPequeno-almoço original? AQUI!
Próxima publicaçãoLeitaria da Quinta do Paço - Especial dia dos namorados

Comentários

Deixa o teu comentário